Arquivo do dia: 19 de outubro de 2010

6o Grand Prix Futsal chega a proxima fase.

Espanha vence e Romênia fica fora das quartasAnápolis (GO) – Espanha e Romênia se enfrentaram pela última rodada do grupo B da primei ra fase do 6ª Grand Prix de Futsal nesta terça-feira (19/10), no ginásio Newton de Faria, em Anápolis (GO). Melhor para os espanhóis, que venceram por 7 a 1, chegaram a nove pontos e terminaram em primeiro lugar na chave. Para os romenos, a derrota significou a eliminação, já que o selecionado permaneceu com quatro pontos, mesma pontuação da Argentina. Os portenhos, entretanto, ultrapassaram a o time do Leste Europeu no saldo de gols (dois para os sul-americanos e menos três para os europeus) e ficaram com a vaga nas quartas de final.Espanhóis e romenos voltam a jogar nesta quinta-feira (21/10) pelo Grand Prix. Os inéricos disputarão uma das quartas de final contra o segundo colocado do grupo D às 16 horas, no ginásio Newton de Faria. Já os romenos seguem na briga pelas posições intermediárias e, no mesmo dia e horário, só que no ginásio da UniEvangélica, enfrentam o quarto colocado do grupo D.O jogoA Romênia entrou em busca da vitória para garantir a classificação sem depender de outros resultados. Aos 2min30, o ala Lupu recebeu passe dentro da área e completou para as redes, abrindo o placar para o time do Leste Europeu. Porém, a Espanha reagiu imediatamente. Na saída de bola, o ala Rafa Usín acertou chute do meio da quadra e empatou o jogo.Controlando o jogo, os espanhóis fizeram uma blitz no final do primeiro período e conseguiram virar o placar e sair em vantagem para o intervalo. Aos 15min28, o pivô Álvaro fez o segundo; aos 16min26, o ala Borja anotou o terceiro e, aos 17min35, o ala Dani Salgado marcou o quarto dos ibéricos.No segundo tempo, os romenos tiveram a iniciativa da partida. À Espanha, restou se defender e aproveitar as bolas roubadas para começar contra-ataques. Dessa maneira, os ibéricos tiveram tranqüilidade para ampliar o placar e aumentar a goleada. Aos 27min34, o pivô alemão marcou o quinto e, nos últimos dois minutos, Kike e Aicardo fecharam a goleada por 7 a 1.Após o jogo, o pivô Álvaro, da Espanha, confirmou que a equipe se aproveitou da necessidade de vitória dos romenos. ?Depois que estávamos com dois gols de diferença no marcador eles foram obrigados a arriscar e sair mais da defesa por causa da disputa de saldo de gols com a Argentina. Isso facilitou um pouco nosso jogo?, admitiu.Argentinos vencem e garantem presença nas quartasAnápolis (GO) – A seleção argentina garantiu nesta terça-feira, 19 de outubro, sua classificação a próxima fase da quarta edição do Grand Prix de Futsal. Jogando no ginásio da UniEvangélica, a equipe sul-americana goleou o Catar por 5 a 1 e avançou na competição internacional.Com o resultado desta tarde, os argentinos garantiram o segundo lugar do grupo B com quatro pontos ganhos. Já o Catar, de fora das quartas-de-final, perdeu as três partidas que disputou na primeira fase.A partidaPrecisando golear para continuar sonhando com a classificação, a Argentina pressionou do início ao fim e não encontrou maiores dificuldades para praticamente garantir a vitória ainda no primeiro tempo. Com problemas no setor defensivo, o Catar viu o adversário abrir 5 a 1 no placar antes do intervalo (Cristian, três vezes, Gabriel e Gérman fizeram para os argentinos; Goulian descontou para o time árabe).Acertada a marcação no vestiário, o Catar melhorou na etapa final, quando se lançou mais ao ataque e tentou diminuir a diferença no marcador. Do outro lado, mesmo tirando o pé do acelerador, o elenco comandado por Larrañaga garantiu o triunfo e a classificação.Para o goleiro artilheiro Santiago Elias, que foi ao ataque contra o Catar, mas não deixou sua marca, a Argentina mereceu a classificação. “Hoje atuamos melhor e vencemos com o placar que tínhamos que vencer para ir à próxima fase, onde eu, particularmente, prefiro enfrentar o Irã. Creio que reencontramos nosso futsal e que se atuarmos assim, poderemos passar às semifinais.”Com gol no fim, Paraguai vence Itália e é primeiro da chave Anápolis (GO) – Itália e Paraguai decidiram a primeira colocação do grupo C do 6º Grand Prix de Futsal nesta terça-feira (19/10), no ginásio Newton de Faria, em Anápolis (GO). O empate já servia aos sul-americanos, mas, a três segundos do fim, o pivô Rotella marcou o segundo gol e deu a vitória à equipe guarani, que terminou a fase com nove pontos, na liderança da chave .Agora, os paraguaios esperam pelo segundo colocado do grupo A para saber quem enfrentam na quinta-feira (21/10), às 20 horas, no Newton de Faria, pelas quartas de final da competição. Já para a Azzurra, a derrota significou a segunda colocação, com seis pontos, e o confronto contra o Brasil na próxima fase. A partida entre brasileiros e italianos também às 18 horas de quinta, no mesmo ginásio.Já classificadas, as duas equipes preferiram se poupar no início da partida. As poucas chances criadas de cada lado foram, majoritariamente, em chutes de longa distância, mas, sem pontaria, os dois times ficaram mesmo no empate sem gols na primeira etapa.O início do segundo tempo foi diferente. Precisando vencer para terminar em primeiro lugar e fugir do confronto contra o Brasil, os italianos começaram mais ofensivos, mas foram os paraguaios que abriram o placar. Aos 21min59, o pivô Rotella driblou o goleiro Mammarella e finalizou rasteiro para marcar o primeiro dos sul-americanos. A reação da Azzurra não tardou e, 23 segundos depois, o fixo Márcio Forte deixou o placar empatado.Os gols fizeram bem para o jogo, que ficou movimentado e aberto. Italianos e paraguaios passaram a se revezar no ataque e também no desperdício de chances. Durante todo o jogo, os europeus erraram 14 finalizações, e os sul-americanos, 12.Mais perto do fim, ainda tentou o utilizar o fixo Nando Grana para empatar a partida, mas, na pressão de buscar o gol, os italianos acabaram errando na saída de bola a três segundos do fim. Esperto, Rotella roubou a bola e chutou para o gol vazio, decretando a vitória sul-americana por 2 a 1.Após o fim do jogo, o pivô paraguaio falou sobre os dois gols que marcou na partida. ?Foi uma emoção grande ganhar essa partida e foi importante para nos dar força na continuidade do campeonato?, disse ele.Já Nando Grana, capitão da Itália, exaltou as tentativas da equipe de buscar a vitória. Nosso objetivo era ficar em primeiro do grupo. Tentamos de tudo para vencer, até com o goleiro-linha ali no final. Infelizmente a bola não entrou e o Paraguai aproveitou as duas falhas que tivemos. Agora é descansar para enfrentar o Brasil?, afirmou.Holanda se despede da 1ª fase com vitória por goleadaAnápolis (GO) – As seleções de Zâmbia e Holanda, presentes no grupo C do Grand Prix de Futsal 2010, entraram em quadra nesta terça-feira, 19 de outubro, apenas para cumprirem tabela. Aproveitando-se do frágil sistema defensivo adversário, os holandeses venceram pelo placar de 7 a 1 e somaram seus primeiros pontos na competição internacional. Matematicamente de fora da próxima fase, Zâmbia e Holanda realizaram um confronto movimentado no ginásio da UniEvangélica, com muitos gols. Mais organizada em quadra, a equipe européia foi para o intervalo em vantagem no marcador, com gols de Zouthane (3min34) e Allouchi (13min07). Atrás no placar, o selecionado africano foi para o tudo ou nada no período final. Com o sistema defensivo adversário desguarnecido, o ataque da seleção holandesa cresceu na partida e aproveitou para ampliar o placar no interior goiano ? 7 a 1, resultado final. Morabiti, Adel, Omar e Mohammed Allouch, duas vezes, definiram o triunfo; Clulu anotou o tento de honra africano. Autor de um dos gols da vitória sobre Zâmbia, o jovem e promissor pivô El Allouchi fez questão de ressaltar o espírito guerreiro holandês no confronto de hoje. Ainda para ele, o time irá lutar por vitórias nos próximos duelos.?Fizemos um bom jogo. Vínhamos de duas derrotas, mas agora mostramos um pouco do nosso valor. Estávamos engasgados. As próximas partidas não serão válidas pelo título, mas queremos vencê-las para termos um final feliz nesse GP?, revelou o dono da camisa 9 holandesa.
Anderson Rios, Fagner Pinho, Rafael Xavier e Daniel Gondim
Assessoria de Imprensa da CBFS
Anúncios

Libia (Pablo Prieto) 2×2 Republica Tcheca (Cacau)


Pois dois amigos meus se enfrentaram hoje no Grand Prix, de um lado o treinador espanhol o gallego Pablo Prieto dirigindo a Libia e do outro lado o auxiliar tecnico da seleçao Tcheca o meu ex atleta Cacau que o levei ele e mais Cirilo (hoje no Dinamo e tambem naturalizado Russo) , Alecio ( atualmente treinador da seleçao do Azerbaijao) , Joan quando fui treinar o Spartak de Moscou.
Invicta, Líbia fica no empate novamente
Empate foi ruim para as duas seleçõesAnápolis (GO) – Líbia e República Tcheca se enfrentaram na tarde desta segunda-feira (18/10), em jogo válido pela segunda rodada do VI Grand Prix de Futsal. Jogando no ginásio da UniEvangélica, as seleções empataram em 2 a 2, resultado ruim para ambas, que estão no grupo A, liderado pela seleção brasileira.Depois de serem goleados pelos brasileiros, os tchecos foram para o tudo ou nada contra a Líbia, que empatou em 3 a 3 contra a Costa Rica na rodada de abertura da competição. Veloz em quadra, o representante africano não se limitou a marcar e partiu em busca da primeira vitória.Imprecisa nos arremates, a Líbia perdeu muitas oportunidades para abrir o marcador e não saiu do zero no primeiro tempo. Restando menos de três minutos para o intervalo, o experiente ala Martin concluiu com categoria para colocar a Republica Tcheca à frente no placar – 1 a 0.Sem se abaterem, os líbios seguiram no ataque e chegaram ao empate logo no início do período final. Num rápido contra-ataque, o pivô Ibrahim tocou na saída do goleiro adversário para igualar o marcador – 1 a 1.Após ter seu técnico expulso, o elenco tcheco se perdeu em quadra e não demorou a sofrer a virada no interior goiano – Rahoma anotou para os libios. Com o goleiro linha, a República Tcheca pressionou e, no fim da partida, deu números finais ao marcador (2 a 2) com o camisa 10 Seidler. De acordo com Pablo Javier Prieto, o resultado não agradou. “Foi um resultado ruim para nós, até porque agora iremos enfrentar o Brasil. Pelo o que fizemos durante a partida merecíamos a vitória. Perdemos muitos gols”, revelou o técnico da Líbia.
Anderson Rios
Assessoria de Imprensa da Confederação Brasileira de Futebol de Salao.

Espanha 4×2 Argentina, Espanha ja esta classificada para quartas de finais do 6o Grand Prix de Futsal

Espanha vira sobre os argentinos e se classifica
Anápolis (GO) – A Espanha é a primeira equipe classificada para as quartas de final do 6ª Grand Prix. Nesta segunda-feira (18/10), os ibéricos começaram perdendo, mas viraram o placar e venceram os argentinos por 4 a 2 no ginásio Newton de Faria, em Anápolis (GO), pela segunda rodada do grupo B da competição. O resultado garantiu uma vaga nas quartas de final aos espanhóis, que lideram a chave com seis pontos. Nesta terça-feira (19/10), os europeus encerram a participação na primeira fase contra a Romênia, às 14 horas, no ginásio Newton de Faria. Já os argentinos, com a derrota, caíram para a terceira colocação com um ponto e, nesta quarta, enfrentam o Catar, também às 14 horas, no ginásio da UniEvangélica.A Argentina tomou o controle do jogo no início e, aos 4min05, o ala Gabriel Fafasuli aproveitou rebote do goleiro espanhol Luis Amado e abriu o placar para os sul-americanos. Depois de sofrer o gol, os espanhóis saíram mais para o jogo e, aos 9min28, o fixo Aicardo empatou a partida.O gol espanhol provou o melhor momento da equipe na partida. Sem diminuir o ritmo, os ibéricos assumiram o controle da partida e viraram o jogo. Aos 11min11, o pivô Lin marcou o segundo e, aos 15min35, o também pivô Torras ampliou a vantagem.Na segunda etapa, os argentinos tiveram que sair mais para o jogo, já que necessitavam da vitória. No entanto, além de não conseguir furar o bloqueio adversário, os portenhos sofreram com os contra-ataques espanhóis. Em um deles, aos 28min32, o fixo Ortiz acertou belo chute e pôs o placar em 4 a 1.Mesmo atrás no placar, a Argentina não desistiu e tentou a reação. Aos 31min07, Fafasuli marcou o segundo gol do time portenho, que se animou e aumentou as ações ofensivas. No entanto, os espanhóis passaram a administrar a posse de bola e conseguiram frear o ímpeto argentino, garantindo a vitória por 4 a 2.Para o pivô Kike, da Espanha, os primeiros objetivos já começam a ser atingidos com a classificação da equipe. “Foi um jogo bem mais duro que o de ontem. A Argentina é sempre difícil. Conseguimos a vitória, a classificação e esperamos ganhar da Romênia para garantir a primeira posição no grupo”, disse.No lado argentino, o técnico Fernando Larrañaga elogiou a disposição da equipe. “Apesar de ser um rival mais difícil, creio que os jogadores tiveram mais atitude. Acho que ainda temos chances se os jogadores entenderem que não precisa complicar, há que fazer o simples”, declarou.

Grand Prix de Futsal no Brasil – Romenia 4×1 Qatar

Anápolis (GO) – Em jogo válido pela segunda rodada do grupo B do IV Grand Prix de Futsal, a seleção romena superou o Catar na noite desta segunda-feira (18), por 4 a 1. Essa foi a segunda derrota do país árabe no campeonato deste ano. Já a invicta Romênia, com quatro pontos ganhos, segue na briga pela classificação. O primeiro tempo no ginásio da UniEvangélica foi equilibrado, com muitas chances de gols para ambos os times. A seleção do Catar iniciou a partida pressionando. Com menos de dois minutos de bola rolando, Rodriguinho surpreendeu e balançou a rede adversária.O gol não abalou os romenos, que chegaram ao empate antes mesmo do intervalo, com Lupu. O ala artilheiro de 27 anos avançou em velocidade e finalizou com precisão, sem chance para o goleiro Hussain, do Catar – 1 a 1, resultado do período inicial. Em busca da virada e da primeira vitória no GP 2010, o selecionado romeno avançou sua marcação e não demorou a ficar a frente no marcador. Na base da pressão, o time da Europa Oriental garantiu o triunfo com gols de Robert e Lupu (mais duas vezes), goleador da noite – 4 a 1, fim de partida.Segundo o técnico português Francisco Baptista falta experiência aos seus atletas. “Nosso time ainda é inexperiente. Contra a Espanha parecia que não éramos nós que estávamos jogando, já hoje evoluímos e tentamos jogar de igual pra igual”, comentou o comandante do Catar.

INFORMAÇÕES GERAIS
Data:18/10/2010
Horário:20:00:00
Local:UniEvangélica
Cidade:Anápolis – GO
Arbitro 1:Jorge Ruiz Fernandez – CRI
Arbitro 2:Sandro Stein Brechane – BRA
Anotador:Liroy Rafael Brown Gomez – GUA
Cronometrista:Ilya Akimtsev – RUS
Representante:Paraguassu Fisch de Figueiredo – BRA

INICIARAM no QATAR :
16 Hussain
02 Amro
05 Rodriguinho
09 Boruja
11 Rashid
ENTRARAM:
10 Abud
08 Mansoor
07 Hadi
06 Saleem
15 Goulain
TÉCNICO:
Francisco Baptista
fonte = Anderson RiosAssessoria de Imprensa da Confederação Brasileira de Futebol de Salão