Arquivo do mês: fevereiro 2011

Manuela 7 Aninhos te amamos Deus te ilumine hoje e sempre.

Manuela sete anos, nosso Deus nos deu mais esse presente alem do ar que respiramos e do corpo que nos emprestou nessa passagem do planeta terra, nasceu em Caravaca de la Cruz, na Comunidade de Murcia, Espanha, 29 de fevereiro de 2004, num dia de muita neve, venho com muito amor e agradecemos todos os dias pelo presente abençoado que Deus me brindou depois de 50 anos de idade, a unica filha que tenho, Manuela obrigado pela querida criança que voce é, e dia a dia nos enche de alegria nosso lar. Te amamos muito. Feliz Aniversario.

ACBF 5×4 Copagril, ACBF Campea da Super Liga do Brasil 2011

ACBF 5×4 Copagril, ACBF é campea da Super Liga do Brasil, em Betim.

Brasil 3×2 Ira, jogo emocionante.

Em jogo eletrizante, Brasil bate Irã por 3 a 2
Em um confronto emocionante o Brasil soube manter a tranquilidade e a calma e, mesmo com toda a pressão da torcida iraniana, conseguiu encerrar a série de três amistosos em terras iranianas com vitória pelo placar de 3 a 2. O confronto ocorreu na tarde deste sábado (26/2), no ginásio Pirouzi Sports Complex, em Esfahan, no interior do Irã.Com mais esse triunfo o Brasil encerrou a série de confrontos amigáveis em Esfahan com três vitórias em três jogos. No primeiro deles os brasileiros bateram os iranianos pelo placar de 4 a 3. No segundo confronto, já diante da Seleção de Esfahan, o Brasil teve menos dificuldade ao vencer o time adversário por 8 a 0.No começo do confronto o Brasil logo partiu para o ataque e perdeu duas boas oportunidades para conseguir a abertura de placar em finalizações de Wilde e Gabriel. Na terceira possibilidade de marcar, os brasileiros não perderam a chance. Betão recebeu na frente, tabelou com Rafael e recebeu na entrada da área. Ele girou sobre o marcador e bateu no canto de Nazari, abrindo o placar.Até o final da primeira etapa o Brasil seguiu atacando, mas acabou parando nas mãos de Nazari, que realizava uma excelente partida. O Irã chegou com perigo em três oportunidades, todas elas em finalizações de Shamsaee, que pararam em defesas do goleiro Tiago. Com isso o Brasil seguiu para o intervalo com a vantagem mínima.No segundo tempo o Brasil não acertou sua marcação e aos vinte e três minutos o Irã conseguiu o empate quando Hassanzadeh pegou belo chute de fora da área e bateu forte para igualar o placar. Três minutos depois, em saída de bola errada por parte dos brasileiros, Kazemi interceptou passe, avançou e bateu na saída de Tiago para virar o placar.Faltando seis minutos para o final do jogo Marcos Sorato colocou Rafael como goleiro-linha e o Brasil passou a pressionar o Irã. Em interceptação de passe, Vinícius passou para Wilde que bateu no ângulo de Nazari, empatando o jogo. Nos minutos finais, ainda com o goleiro-linha em quadra, o Brasil virou o placar com Betão, que recebeu belo passe de Vinícius e bateu para finalizar o placar.Marcos Sorato, técnico brasileiro, destacou a força de vontade de seus atletas na virada da partida. “Entramos em quadra, principalmente no segundo tempo, sem o clima que o jogo pedia, que era o de competição. O time estava cansado, já que os atletas da Espanha chegaram em meio a uma temporada desgastante, mas a equipe conseguiu reverter o placar e vencer o Irã, que cada vez se torna um adversário mais difícil de ser batido”, frisou. Ficha TécnicaIrã 2 x 3 BrasilData: 26/02/2011 (Sábado) Local: Pirouzi Sports Complex – Esfahan (Irã)Hora: 19h (12h30 de Brasília)Árbitro Principal: Ali Pour Afshar Árbitro Auxiliar: Mahmoud NasirlouIrã: Nazari, Nasrabadi, Taheri, Hassanzadeh e Shamsaee – Entraram: Nasiniya, Montazer, Nematollani, Tikdarinejad, Lotfi, Daneshvar, Tayebbi e Kazemi – Téc: Hosserin ShamsBrasil: Tiago, Vinicius, Wilde, Ciço e Gabriel – Entraram: Rafael, Murilo, Gréllo, Igor e Betão Téc: Marcos SoratoGolsIrã: Hassanzadeh (23:02) e Kazemi (26:46)Brasil: Betão (2) (6:54 e 38:03); Wilde (36:32)CartõesIrã: –Brasil: Vinicius (amarelo)

Futsal do Iran, quarto no mundo, Savio Sousa o mentor de todo esse desenvolvimento.


Savio Sousa, igual a = Futsal do Iran, ele desembarcou em terras persas e fez o futsal Iraniano uma potencia no mundo, aqui um pouco de sua historia nesse país aonde a nossa seleçao se apresentou em tres amistosos, com sua experiencia ele fez craques meninos de 16 anos despontaram até chegar a maioridade do futsal e hoje defenderem seus clubes e a seleçao do Iran. Parabéns Savio, piauense da gema. Um pouco de sua historia …
Cheguei no Iran vindo da Hungria em 2005, fui o primeiro extrangeiro a jogar na Super league Iraniana, quando cheguei a nossa equipe estava em uma situação dificil, o meu presidente queria um time bem diferente com um futsal a moda brasileira, mais a minha experiencia no futsal espanhol,Italiano,Hungaro,portugues, entao achava mais facil fazer o que meu amigo Zego fazia , meu presidente da equipe iraniana me pediu para assumir a equipe como treinador e jogador da equipe como durante uma lesao de ligamentos cruzados fui treinador da selecao peruana aceitei o desafio e coloquei em pratica o sistema virtorioso na Espanha o 4/0 cheguei com a nossa equipe em 9 terminamos a liga e 3 a 2 pontos do lider que foi o campeao na altura era o TAN IRAN KHODRO, na temporada seguinte ganhamos a copa do Iran, liga, copa da asia ,liga, torneio internacional em Portugal batendo o Sporting de Lisboa por 10X7 sendo a primeira equipe asiatica a ganhar um torneio internacional na europa. me torneio o treinador mais vencedor da epoca sendo 3 temporadas seguidas melhor do Iran 1 uma vez melhor da Asia, o sistema 4/0 que todos diziam que era um sistema de louco pois so corria e nao usava pivo diziam que nao dava certo e depois fui criticado em usar jogadores de 15 e 20 anos que isso para o Iran na epoca nao era bom , os jogadores mais velhos melhor seria, fizemos uma gerecao de vencedores hoje toda a base da selecao do Iran sairam das minhas maos hoje eles sabem movimentar e jogar de igual para igual com os grandes do futsal mundial. tirei os velhos da minha equipe e apostei no juvenil que me trouxe vitorias pretigio transformei o Shensa Saveh referencia no futsal mundial.
Ai receber uma oferta para treinar futebol de campo aceitei o desafio de treinar o Juniores no meu primeiro ano como treinador de campo ganhamos a liga de Juniores no Iran e no ano seguinte passei a ser diretor tecnico na Serie B iranaina a AZADEGAN LEAGUE contratei um treinador para trabalhar na equipe mais a equipe estava na zona de rebaixamento meu presidente me disse para assumir a equipe meu primeiro jogo empatamos fora de casa depois em casa uma vitoria e tirei a equipe do rebaixamento e me torneio treinador de futebol de campo, Viver desafio e que nos faz fortes acreditar que tudo e possivel e que nos faz diferente e vencedor.
Meus jogadores
estes eu fiz jogadores todos jogaram na selecao do Iran
Mohammad Keshavarz Mostafa Nazari Afshin Kazemi (Ehsan Zahmatkesh
Mahmoud Lotfi
Ammar Mosafer
Ali Kia
Javad Montazer
Esmaeel AzimiEbrain Masoudi
Amir Keshvar
My Best Regards
Sávio Sousa +98 9125031874 Iran +5586 9970 6259 Brazilmsn
savio.a.sousa@hotmail.com
Skype savio_sousa
http://savioasevedosousa.blogspot.com/
http://www.futsalplanet.com/news/news-01.asp?id=5731
http://www.futsalplanet.com/news/news-01.asp?id=6982
http://www.futsalplanet.com/news/news-01.asp?id=7614
http://www.portalaz.com.br/noticia/esporte_total/147215/17

Liga Profissional de Futsal do Qatar 2010/2011

Serginho do Al Sadd

Al Sadd vice campeao Asian Cup 2010
A liga de futsal do Qatar tem mais uma rodada no dia de hoje, com jogos emocionantes, desejamos a todos os amigos sucesso em mais essa jornada complicada. No Al Sadd com a chegada do catarinense Serginho a cada jogo começa a ter maior entrosamento com seus novos colegas. Aqui no Kuwait continuamos parados ate acabar as festas da independencia, como temos seis atletas com lesao esse periodo serve para recuperaçao.
13a Rodada
22/02/2011
Umm-Salal 4×2 Al-Shamaal
Al-Wakrah 2×4 Al-Khor
Al-Ahli 2×4 Al-Rayyan
23/02/2011
Al-Sadd 2×3 Qatar
Al-Arabi 3×2 Al-Gharafa
Classificaçao
1) Al-Rayyan 34
2)
Al-Khor 26
3)
Al-Arabi 23
4)
Umm-Salal 20
5)
Al-Sadd 19
6)
Al-Gharafa 18
7)
Al-Ahli 18
8)
Al-Wakrah 11
9) Al-Shamaal 10
10)
Qatar 06
14a Rodada
27/02/2011
Al-Gharafa x Al-Khor
Al-Wakrah x Qatar
Umm-Salal x Al-Ahli
Al-Sadd x Al-Shamaal
Al-Arabi x Al-Rayyan

Grello, Jonatas Moreno e Deucio brasileiros no futsal do Iran 2010 / 2011

Deucio

Sporting Giti Pasand
Grelo na seleçao brasileira

Moreno com sua camiseta

Deucio fixo ex Seara SC

Indiquei tres jogadores brasileiros para jogarem esta temporada na Liga profissional do Iran, na equipe do S. Gipi Pasand, de Esfahan, aonde tem mais duas equipes profissionais disputando a principal liga iraniana o Foold Mahan, campeao da ultima ediçao do Asian Cup, Deucio, fixo, catarinense que estava jogando no Seara sobre o comando do treinandor Xavantina, na chave prata do catarinense, Jonatas Moreno, que estava na Malwee e tinha sido convocado para seleçao brasileira sub 20 e o ala paulista Grello, que estava jogando no Manacor da Espanha. Esta temporada no Iran o campeao foi o Club K. Mansuri, ficando a 4 pontos do segundo lugar Sport Gipi Pasand, terceiro ficou outra equipe da cidade de Esfahan o Foold Mahan.

Brasil no Iran
Brasil e Irã finalizarão série de amistosos neste sábadoEsfahan (Irã) – O Brasil realizará seu último amistoso da série de três que está realizando no Irã neste sábado (26/2), a partir das 17h locais, 10h30 em Br asília, no ginásio Pirouzi Sports Complex, em Esfahan, no intertior iraniano. Os brasileiros buscarão a terceira vitória seguida no país asiático.No primeiro jogo o Brasil não encontrou facilidade contra a seleção iraniana. Jogando com velocidade e criando boas chances, os brasileiros esbarraram nas defesas do goleiro Nazari, que esteve muito inspirado na partida. Mas aos poucos o Brasil se impôs e conseguiu vitória de virada por 4 a 3.Já na segunda partida, um pouco mais de facilidade. Atuando de forma solta e com rapidez, o Brasil goleou a Seleção de Esfahan pelo placar de 8 a 0. Sólidos na defesa, o time do Brasil atuou de forma séria e conquistou a vitória sem maiores percalços.Agora o time volta a enfrentar o Irã, uma partida considerada de dificuldade pelo técnico Marcos Sorato. ?Será difícil por dois motivos. O primeiro deles todos já sabem, que é o fato de o Irã ser um time qualificado. O segundo motivo é o fato de nós termos jogado uma partida a mais, e deles estarem mais descansados que nós?, disse.Rafael, autor de um dos gols do Brasil no primeiro jogo contra o Irã, alertou o time brasileiro para que não cometa os mesmos erros do jogo inicial. ?Não jogamos mal no primeiro jogo, mas sofremos muitos contra ataques e dois gols por meio deles. Temos que tomar cuidado para não jogarmos à frente da linha da bola, para não proporcionar a possibilidade deles nos surpreenderem?, disse.Brasil encerra preparação para último jogo no IrãEsfahan (Irã) – A Seleção Brasileira de Futsal realizou seu último treinamento antes do confronto derradeiro contra o Irã, que irá ocorrer na tarde deste sábado (26/2), no ginásio Pirouzi Sports Complex, em Esfahan, no interior do Irã. A partida terá início às 17 horas locais, 10h30 em Brasília.No treinamento ocorrido na tarde desta sexta-feira (25/2), em um ginásio diferente, o Khordad Sports Complex, o técnico Marcos Sorato basicamente treinou finalizações e jogadas de ataque com os atletas, por volta de uma hora e quinze minutos.Para o ala Gabriel, as jogadas ensaiadas nos trabalhos podem fazer a diferença no confronto contra o Irã. ?Conseguimos marcar um gol em jogada ensaiada de ataque diante da Seleção deEsfahan e isso poderá se repetir diante do Irã, embora a dificuldade para se encaixar esse tipo de ação seja mais difícil?, disse.Gabriel ressalta que há um conjunto de fatores para que as jogadas ensaiadas nos treinamentos funcionem nos jogos. ?As vezes depende de como a marcação do adversário se encaixa. Outras vezes depende do acerto perfeito da jogada. Mas depende muito mais do encaixe de quem executaa ação do que da falha da defesa adversária?, enfatizou.Sorato exalta respeito na segunda vitória no IrãEsfahan (Irã) – O Brasil não teve muitas dificuldades para conquistar sua segunda vitória em terras iranianas na série de três amistosos que o time está realizando no país asiático nesta última semana de fevereiro. Os brasileiros jogaram bem e bateram a seleção de Esfahan pelo placar de 8 a 0, em confronto realizado na noite desta quinta-feira (24/2).No confronto o Brasil jogou de forma séria, buscando encaixar as jogadas de ataque e ser firme na defesa, sem desmerecer o time da cidade do interior iraniano. Com isso o Brasil envolveu o time da casa e sem maiores percalços conseguiu o resultado positivo anotando oito gols no confronto.Para o técnico da Seleção Brasileira de Futsal, Marcos Sorato, o mais importante na partida foi a forma com que o Brasil conquistou o resultado positivo. “Respeitamos o adversário e jogamos de forma séria, como estamos acostumados a atuar. Isso refletiu no placar construído durante os quarenta minutos de partida”, disse.O técnico ainda elogiou o sistema defensivo de seu selecionado, que se portou bem durante o confronto e não deu espaços para que os iranianos conseguissem anotar um gol sequer. “Jogamos de forma solta no ataque, mas não demos espaços em nossa defesa. Com isso acertamos nosso jogo e saímos com o resultado positivo”, avaliou.
Anderson Rios, Fagner Pinho, Rafael Xavier e Daniel GondimAssessoria de Imprensa da Confederação Brasileira de Futebol de Salão

Origem da palavra "Coach"

Sessoes de video em 1994 treinando o Banfort de Fortaleza
Treinando o Cartagena em amistoso em Mostoles (Madrid) 2003
Jogo da LNFS Espanha Ouro em Cartagena 2002

Clinica em Mellilla 2001 Javier treinador bicampeao mundial e Danilo Martins

Treinando o A.E.U. vestiario em Uruguaiana 1989
¿De dónde procede la palabra coach? En el siglo XV, en la antigua Hungría, a orillas del Danubio, había un pueblo llamado Kocs. Esta población situada a 70 kilómetros de Budapest se convirtió en un lugar de paso entre Viena y Pest. Además, se hizo muy popular porque allí se construía uno de los mejores carruajes de caballos del mundo ya que iba provisto de suspensiones de muelles que hacía que los pasajeros tuviesen un viaje más cómodo entre estas dos ciudades. (Hall, 2010).Los coches con un diseño cómodo y lujoso superaban a cualquier medio de transporte de la época y eran utilizados por la aristocracia. Su lema era “le llevamos a su destino de una forma más rápida y más cómoda”. Se hablaba de los “kocsi szekér” (carruaje de Kocs) como símbolo de la excelencia.La palabra coach (coche) es de origen húngaro. De la ciudad de Kocs, se formó la palabra kocsi. Dicho término kocsi pasó al alemán como kutsche, al italiano como cocchio y al castellano como coche. Por tanto, la palabra coach, deriva de coche, que tenía la función de transportar personas de un lugar a otro.Así mismo, el coaching metafóricamente se utiliza para transportar a personas del lugar donde se encuentran hasta el lugar donde quieren estar. El coach es el conductor del carro y acompaña en el proceso de desplazamiento del coachee (cliente) quien decide que rumbo seguir. Por otro lado, se afirma que coach procede del verbo inglés to coach que significa entrenar. Aunque todos relacionemos la palabra entrenador con el deporte, en el siglo XVIII en lasuniversidades inglesas se utilizaba el término coach para designar a los entrenadores tanto académicos como deportivos.”
Autor: Diego Gutiérrez del Pozo